quinta-feira, 5 de agosto de 2010

Cruz da JMJ em Portugal - 8 a 20 de Agosto



O que são as Jornadas Mundiais da Juventude?

As Jornadas Mundiais da Juventude, evento criado pelo Papa João Paulo II em 1985, são um grande encontro que reúne jovens cristãos de todo o mundo. Estas Jornadas realizam-se em cada 3 anos num país diferente, tentando sempre não repetir o continente. Para cada Jornada, o Papa escolhe um tema, em torno do qual são desenvolvidas catequeses, orações, adorações, momentos de partilha, palestras, concertos… Tudo isto, em várias línguas!

Na sua mensagem para a Jornada Mundial da Juventude do Ano 2000, João Paulo II fez uma constatação da riqueza que a Peregrinação da Cruz iniciada em 1984 proporcionara à Igreja. Nessa ocasião, escreveu: «Meus caros jovens: Há quinze anos atrás, ao encerrar o Ano Santo da Redenção, entreguei-vos uma grande Cruz de madeira convidando-vos a levá-la pelo mundo, como sinal do Amor do Senhor Jesus […] Desde então, carregada por braços e corações generosos, faz uma longa e ininterrupta peregrinação através dos cinco continentes mostrando que a Cruz caminha com os jovens e que os jovens caminham com a Cruz. Ao redor da "Cruz do Ano Santo" nasceu e cresceu a Jornada Mundial da Juventude, que é uma significativa "marca no caminho" do vosso itinerário de jovens cristãos […] Como não bendizer o Senhor pelos numerosos frutos suscitados nas pessoas e em toda a Igreja graças às Jornadas Mundiais da Juventude?».

De 8 a 20 de Agosto deste ano, a Igreja em Portugal e toda a sociedade em geral têm a oportunidade de usufruir deste dom de Deus: a Cruz dos Jovens atravessa Portugal continental e o Arquipélago dos Açores, este último pela primeira vez. De facto, em Setembro de 2003, a Cruz passou por Portugal como a chuva sobre a terra, e fez germinar sementes de oração e reencontro com Deus para muitos jovens e comunidades cristãs.

A cruz passará por catorze cidades com a participação de dezasseis dioceses em apenas doze dias. Como da última vez, Viana do Castelo receberá a Cruz apenas duas horas (em 2003, o avião proveniente da Dinamarca atrasou-se um dia e a diocese minhota teve a Cruz pouco mais de uma hora em vez de uma jornada inteira), segue para Braga e daí para Vila Real onde estará em Vigília toda a noite de 8 para 9 de Agosto, quando será entregue a Lamego.

Esta entregará ao Porto e na cidade invicta terá a adoração, ao jeito de Taizé, antes de passar para Aveiro. Na terra dos moliceiros, passará um dia completo, estará em espaço público e aberto e será confiada aos jovens da Guarda e Viseu. Estas duas dioceses engendraram um plano interessante: como o tempo é pouco, a Cruz estará em Fornos de Algodres, território que é diocese de Viseu e distrito da Guarda.

Um grande salto será dado pela Cruz e pelo Ícone mariano que a acompanha para chegar ao Algarve e, em Faro, com grande participação de jovens e turistas, terá a celebração na Sé Catedral.

Nos dias 14 e 15, respectivamente Vigília e Solenidade da Assunção da Virgem Santa Maria, a Cruz e o Ícone repousaram no Santuário de Fátima, também com os jovens de Santarém unidos aos de Leiria-Fátima.

A Igreja – também considerada Panteão Nacional desde 2003 por guardar os restos dos primeiros dois reis de Portugal, Dom Afonso Henriques e Dom Sancho -, berço espiritual da santidade de Teotónio e Lisboa e germe da primeira universidade, bem chamada “Santa Cruz de Coimbra” receberá a Santa Cruz das JMJ e daí seguirá para os Claustros da Sé Velha, onde será entregue aos jovens de Lisboa e Setúbal.

Na capital portuguesa, terá uma celebração na Igreja de Nossa Senhora de Fátima e subirá às asas da Força Aérea que a transportarão para o aeroporto baptizado como «João Paulo II» por ter recebido a visita do mesmo Papa em Maio de 1991.

De regresso ao Continente, a Cruz passará apenas na viatura pelo Alentejo pois não foi possível organizar a visita a nenhuma das dioceses da Região.

O Departamento Nacional e os Secretariados Diocesanos de Pastoral Juvenil envolvidos neste acontecimento estão profundamente convictos de que esta visita é um convite à contemplação do amor infinito de Cristo revelado na Cruz.

Além disso é, programaticamente, o início da campanha de inscrições nas dioceses para a Jornada Mundial da Juventude que ocorrerá em Madrid, de 16 a 21 de Agosto de 2011, e no qual se esperam largos milhares de jovens portugueses.

Um antigo refrão litúrgico – que não deixará de ser cantado durante estes dias – resume e expressa muito bem o nosso estado de espírito por toda esta Peregrinação da Cruz em Portugal: “Adoramus Te Christe quia per crucem tuam redemisti mundum”.

Ricardo Fernandes, Equipa executiva do Departamento Nacional de Pastoral Juvenil


Fonte: Agência Ecclesia

SDPJ Coimbra

Cristo Jovem

Sem comentários:

Enviar um comentário